Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine

Habilidades de gestão que podem te ajudar nos negócios (e na vida)

Por: Aline Silva

27/06/2019
Habilidades de gestão que podem te ajudar nos negócios (e na vida)

Muitos gerentes de restaurantes subestimam suas habilidades pessoais e de negócios que a sua profissão lhes ensina. Quando frequento restaurantes, fico sempre observando a atitude dos gerentes, analisando como eles cuidam do cliente e da sua equipe. 

E a grande maioria está trabalhando no piloto automático. Eles não estão tentando progredir, aumentar suas habilidades ou capitalizar novas oportunidades.

Para encontrar satisfação, os seres humanos precisam de crescimento. Quando os gerentes não crescem, eles (figurativamente) morrem.

Os restaurantes são únicos porque combinam todos os elementos do negócio sob o mesmo teto: criação de produtos, serviços, desenvolvimento de equipes, estratégia, marketing, operações, finanças, experiências sensoriais e muito mais. Gerenciar um negócio com todos esses elementos em um só lugar é uma oportunidade que você não deve perder.

Por isso quero que você entenda 3 habilidades que podem te ajudar nos negócios e na vida:

.

1. Tomada de decisão imediata

Se há algo que os gerentes de restaurante devem fazer com consistência total é a tomada de decisões de forma rápida e consistente.

Como não há um dia igual ao outro em um restaurante, os gerentes precisam tomar decisões rápidas constantemente. Seja para lidar com uma solicitação exclusiva de cliente, ou responder a um desafio da equipe, todas as decisões tomadas por um gerente afetam diretamente os negócios.

O processo de tomada de decisões ajuda a desenvolver a coragem e a resiliência, ingredientes necessários para qualquer crescimento profissional.

Ter a capacidade de tomar decisões é um alicerce de liderança em qualquer campo e na vida. Sem uma decisão, nada avança. A gestão de restaurantes é uma oportunidade real para trabalhar o músculo de decisão a cada minuto.

.

2. Construindo relacionamentos

O gerenciamento de restaurantes é menos sobre como gerenciar as coisas e mais sobre como liderar equipes e desenvolver um forte relacionamento com os clientes.

Grandes gerentes percebem que os restaurantes são um negócio social e altamente emocional. Os hóspedes têm opções ilimitadas quando se trata de comida, ambiente e conveniência, por isso a decisão de visitar um restaurante em particular é estritamente emocional. Eles são leais com alguns lugares especiais porque se conectam com as pessoas que trabalham nele.

Um bom gerente é aquele que sabe realmente o que é estar na linha de frente. Eles são visíveis; sua presença é palpável. Eles aproveitam todas as oportunidades para conhecer seus clientes. Esses gerentes sabem que as pessoas são o maior trunfo para os negócios e é aí que elas se concentram.

Eles  também constroem equipes sólidas dentro de um restaurante. Eles são influenciadores e líderes eficazes, não apenas gerentes de tarefas. Eles constroem um ambiente de colaboração, não de medo e divisão.

A construção de relacionamentos é uma habilidade importante em qualquer negócio e na vida. Muitas vezes, os melhores construtores de relacionamentos também são os melhores influenciadores, líderes e vendedores. Como nada acontece sem as pessoas, não há desvantagem em conhecer mais pessoas.

A gestão de restaurantes é uma plataforma perfeita para liderar, influenciar e construir relacionamentos valiosos.

.

3. Visão estratégica de negócios e estratégica

Os restaurantes são operações de alto custo, onde cada real faz a diferença. para ser um gerente de ponta, você precisa também  conhecer seus números; eles são estratégicos. 

É preciso ter um senso comercial para criar certos resultados financeiros. Saber como aproveitar as tendências de mercado, desacelerações econômicas, tecnologia, tendências sociais e até mesmo a concorrência local.



Aline Silva
Aline Silva
Mais artigos deste autor

Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02
artigos

Bia Amorim

Bia Amorim

O choro é livre

Bia Amorim

Bia Amorim

Sommelière em sonho

Bia Amorim

Bia Amorim

Quanto custa beber uma cerveja artesanal?

Fran Micheli

Fran Micheli

10 por cento

saiba antes, saiba mais: