Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Comendo fora »

3 restaurantes japoneses para conhecer a culinária oriental clássica e criativa

11/08/2019

por: Bia Amorim
3 restaurantes japoneses para conhecer a culinária oriental clássica e criativa
Sashimi Bluefin. Restaurante Ryo Gastronomia. Foto: Divulgação

A culinária oriental muitas vezes parece ter o mesmo cardápio, independente do restaurante onde você vai. Os restaurantes japoneses se multiplicaram e muitos deles pasteurizaram a cultura gastronômica desse país tão complexo e rico em sabores. O acesso aos peixes crus como sushis, sashimis e outros formatos se tornaram práticos e fáceis, mas a essência da culinária se perdeu em meio ao cream cheese e outras invencionices.

Convidamos a Ana Morita, neta de imigrantes japoneses, especialista em sakes e gourmand por natureza, para indicar restaurantes de culinária oriental, que seguem fiel uma cultura, respeito e excelência na arte da gastronomia. Ana trabalha com vendas na distribuidora TradBrás, importadora de produtos orientais e atende os melhores restaurantes do Brasil. Ela vivencia a gastronomia oriental na sua rotina, mas também em momentos de lazer.

Começamos com suas indicações de 3 restaurantes, em uma série que vamos trazer aos poucos alguns de seus lugares preferidos na cidade de São Paulo. Quem quiser acompanhar de perto sua rotina o delicioso instagram dela é @anamoritaana.

RYO GATRONOMIA

O Ryo sempre foi um restaurante intimista e original, entrada pequena e discreta em uma rua movimentada do Itaim Bibi em São Paulo. Mas depois de ganhar uma estrela Michelin, a casa se reinventou e fez uma reforma para mudar o formato no atendimento e conceito. As mesas foram retiradas e o foco ficou apenas no balcão, que já eram os assentos mais requisitados, em frente ao “chef” itamae Edson Yamashita, que trabalha feito um artista, junto à equipe. Yamashita começou em um restaurante familiar tradicional na cozinha de seu tio aos 13 anos. Depois, aos 15 anos foi para o Japão. Estudou e se aprofundou em gastronomia durante 8 anos por lá e voltou. Antes de abrir o Ryo, passou mais uma temporada no Japão aperfeiçoando seus conhecimentos.

Ryo Gastronomia, depois da reforma. Salão com o balcão sendo o destaque. Foto: Divulgação

Agora a experiência na casa se tornou ainda mais exclusiva, o menu-degustação precisa ser reservado com antecedência e tem 3 opções de etapas. Para quem é vegetariano, a boa notícia é que existe uma versão vegetariana, à la shojin ryoori. São apenas 8 lugares para provar a culinária Kaiseki, que tem destaque para peixes e frutos do mar (que o chefe busca pessoalmente no mercado, na madrugada paulista), além de ingredientes trazidos diretamente do Japão. A carta de sakes é um privilégio à parte e a água tem o mesmo cuidado, servida de um filtro Kangen, com alcalinidade bastante alta.

Endereço:

R. Pedroso Alvarenga, 665 - Itaim Bibi, São Paul

Telefone: (11) 3881-8110

Site:

https://guide.michelin.com/br/pt_BR/sao-paulo-region/sao-paulo/restaurant/ryo-gastronomia#

https://www.facebook.com/ryogastronomia/

.

TATA SUSHI

Em um ponto badalado no bairro do Itaim Bibi em São Paulo, fica o Tatá Sushi. Das 3 sugestões feitas pela Ana Morita, este é o mais moderno e descolado, com a equipe do balcão comandada pelo sushiman e empresário Luizinho Hirata e participação super especial do Leo Young, ganhador de uma temporada de  MasterChef, que está sempre pelo salão e também cuida da parte de eventos que o Tatá tem.

Frente do Tatá Sushi. Bem decorado e iluminação caprichada para criar um ambiente agradável. Foto: Divulgação.

Na carta de sakes, pode-se provar um Hakushika Junmai Daí Ginjo, brilhante e delicado, produzido artesanalmente. Mas também existe uma carta de coquetelaria assinada pelo premiado bartender Zulu, com opções como o famoso Moscow Mule! O menu executivo tem preços atraentes e possíveis. O salão é tão decorado quanto os pratos e o serviço muito bem executado. Os pratos são reconhecido pela sua autenticidade e qualidade de produtos, sempre privilegiando a culinária oriental.

 Luizinho Hirata, sócio, Leo Young, sócio e chef executivo, Binho Shiguematsu, chef do sushibar - da esquerda para direita. 

 

Variados sushis e pratos do cardápio. Apresentação impecável. Fotos: Divulgação

Endereço:

Rua João Cachoeira, 278 - Itaim Bibi - São Paulo

Telefone: (11) 30782006

Site: https://tatasushi.com.br/

.

KOSUSHI

Uma mistura entre o tradicional e o moderno, o Kosushi tem culinária caprichada e pratos com bastante criatividade. O chef George Koshoji é responsável pelas casas do grupo desde 1988 quando abriu, no antigo endereço no bairro do Ipiranga em São Paulo, junto ao empresário Carlos Augusto Carvalho.

Salão do Kosushi no Itaim Bibi. Clima intimista, ótima iluminação em ambiente muito agradável.  Foto: Divulgação.

O restaurante está no famoso e estrelado Guia Michelin faz 5 anos. O guia descreve o lugar dizendo “surpreende tanto pela maestria nos cortes de pescado quanto por suas delicadas apresentações”. O menu é sazonal, com a intenção de trabalhar ingredientes os mais frescos possíveis e regionais. O Kosushi tem três casas, uma no Itaim Bibi, outra no Cidade Jardim, em São Paulo e em breve em um ponto excelente na cidade de Miami, Estados Unidos.

O atendimento é dito como "impecável" e a carta de sakes é muito interessante e com várias opções. No cardápio, aperitivos tradicionais e Ussuzukuri, Temakis, Rolls, Sashimi, sushis, saladas e pratos quentes.

“ KO significa tartaruga e também a excelência do número 1 - por isso, chamamos o nosso restaurante de Kosushi.”

Seleção da casa. Foto: Divulgação

Endereços:

O tradicional: Rua Viradouro, 139 - Itaim Bibi - São Paulo

Com a melhor vista da cidade: Av. Magalhães de Castro, 12.000 - 4º piso - Cidade Jardim- São Paulo

Em obras para inaugurar: 801 S. Pointe Drive Miami Beach Fl. 33139, Miami

Telefone: (11) 31677272

Site: http://www.kosushi.com.br

Menu http://kosushi.com.br/download/kosushi.pdf

https://www.instagram.com/kosushi/

https://www.instagram.com/kosushi_miami/

.------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------.

Ana Morita é neta de imigrantes japoneses, brasileira, amante da família, amigos e trabalho! Parte da sua carreira foi atuada como gerente de contas, na área de comercio exterior e hoje atuante na área comercial, principalmente no que concerne o sake, consequência para o mundo gastronômico oriental. O trabalho de 10 anos na área trouxe a experiência de sabores, texturas e harmonizações.

Ana Morita em visita ao Ryo Gastronomia com o sushiman e co-propietário Edson Yamashita

Sobre Futuro?!

“Quero desmitificar o sake para os restaurantes ocidentais, novos paladares, novas sensações!

Presente?!

 “Bora indicar alguns restaurantes orientais, tradicionais e contemporâneos! ”

Arigatougozaimassu!

Sugestões da casa:

 

Comendo fora
Geleia de bacon, farofa doce de bacon e bacon empanado: o brasileiro não tem limites e essa chef também não

Geleia de bacon, farofa doce de bacon e bacon empanado: o brasileiro não tem limites e essa chef também não

Se tem uma coisa que todos concordamos é que o bacon poderia ser uma das sete maravilhas do mundo, não é mesmo? E uma chef catarinense especializada em hambúrgueres quer provar que também não há limites para degustar essa iguaria.
21/04/2018
Comendo fora
Seis cafés imperdíveis em Lisboa

Seis cafés imperdíveis em Lisboa

Nossa correspondente Lili Ribeiro, que mora na capital portuguesa, desvendou a paixão dos portugueses pela bebida e provou cafés dos mais tradicionais aos mais inusitados. Os preferidos estão nessa lista, saiba porque!
29/01/2019
Comendo fora
Cervejaria Invicta deu um baile em 2018

Cervejaria Invicta deu um baile em 2018

A Cervejaria Invicta de Ribeirão Preto movimentou mais de 9.000 pessoas em seus eventos este ano e mostrou que sabe embalar a cultura cervejeira na cidade e com bom chope fresco!
07/12/2018
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02

saiba antes, saiba mais:

artigos

Bia Amorim

Bia Amorim

Toma a cerveja mais fresca

Bia Amorim

Bia Amorim

Tomando partido na cerveja

Bia Amorim

Bia Amorim

A cerveja que tinha

Luiz Horta

Luiz Horta

O testamento de um enochato