Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Comendo fora »

9 LUGARES PARA CURTIR BOA COMIDA E BEBIDA EM RIBEIRÃO PRETO

03/09/2018

por: Redação Farofa Magazine
9 LUGARES PARA CURTIR BOA COMIDA E BEBIDA EM RIBEIRÃO PRETO
Kauai, Sport Bar em Ribeirão Preto. Foto: Divulgação

Para quem curte ir a barzinhos, botecos ou está sempre a procura de qualquer mesa bistrô (aquelas mais altinhas e pequenas que mal cabem o copo) para comer e beber bem, chame os amigos, amigas, a companhia, a galera do escritório ou uma nova paquera, lugar é o que não falta por Ribeirão Preto. Separamos 9 bares já conhecidos e também algumas novidades para bons brindes e garfadas.

KAUAI

Se sua onda é mais esporte, saúde, areia e clima meio havaiano, precisa conhecer o Kauai. Cardápio caprichado e com muitas opções de cerveja gelada, chope ou coquetéis em clima de férias. Inaugurado a pouco tempo, fica no trajeto para Bonfim Paulista. A balada pode começar mais cedo aos finais de semana e a paquera rolar jogando um Beach Tennis.

Estrada da Limeirinha, 101 – Bonfim Paulista

Segunda a domingo

BAR DO CHORINHO

No ar, aquele som que harmoniza com mesa cheia e conversa solta rolando. Ótimo bar para petiscar enquanto houve as cordas do cavaquinho e o batucar do pandeiro. Cerveja gelada e mesa na calçada, clássico brasileiro. No calmo Jardim Macedo. Fácil para estacionar. O falado e verdadeiro botequim.

R. Daniel Kujawski, 588

Abre todos os dias

Chorinho. Imagem: Divulgação

O LINGUICEIRO

Em uma charmosa esquina, bem em frente ao bar do Chorinho, fico o famoso bar. Eles foram os campeões do Comida Di Buteco em 2018 com o prato Sushi caipira. Tem drinks como as caipirinhas tradicionais e de acordo com a fruta da época. Sucesso é a de jabuticaba, que sempre espera a estação. Peça o bolovo, receita de sucesso do simpático casal que toma conta do bar.

R. Daniel Kujawski, 599

Terça a sábado

BIERGARTEN

Em um imóvel que sempre foi de restaurantes, a lujinha que ficava no Mercado Novo da cidade, baixou para o Boulevard. Em um pequeno salão, comporta Jazz, Rock, Blues e muita cerveja artesanal para treinar seu paladar. Uma lista infinita de cervejas em latas, garrafas, chopes frescos da região ou de longe como o famoso Guiness. Tem aperitivos de lamber os dedos como o pastel de torresmo. Pede uma boa e lupulada cerveja para acompanhar. O bar comemora 10 anos.

Rua São José, 1483

Terça a sábado

 Variedade de chopes frescos e regionais. Foto: Rafael Almeida.

DOPPO LAVORO

Para um dia que der vontade de tomar vinho tinto, um espumante ou até um coquetel como o Negroni. Um lugar encantador e muito elegante. Esse é o cenário quase cinematográfico que fica ao fundo de uma entrada discreta. Com atendimento muito cuidadoso, pode ser um bom início para uma longa noite de conversas inspiradas. Tem sala especial para a turma da confraria.

Rua Olavo Bilac, 1281

Quarta a sábado

Decoração e ambiente, um dos pontos altos do Doppo. Foto: Divulgação.

SEM FRONTEIRAS

Está no Centro da cidade em uma esquina entre a Américo Brasiliense e a Sete de Setembro, abriu faz pouco tempo, mas já é point do pessoal cervejeiro da cidade. Sempre com novidades e torneiras dedicadas as cervejarias da cidade e da região, faz sucesso enquanto lança rótulos inéditos da bebida. Tem coxinha de joelho de porco para acompanhar, além de vários burgers e opções de boteco.

Rua Américo Brasiliense, 1193

Terça a sábado

 Muitas torneiras à disposição. Novidades e bom atendimento no Sem Fronteiras. Foto: Carol Koff

VILA DIONÍSIO

Velho conhecido do pessoal o Vila é um lugar onde boa música, boa cerveja e comida boa andam juntos. A mais de 10 anos na cidade, o palco já abrigou bandas desde pequenas, desconhecidas e novatas até famosas e experientes. Com estilo típico inglês, tem cerveja para todos os bolsos e paladares. Nas mesas de madeira cabe a turma toda ou dá para ficar de pé e pode ir paquerar na pista, de luz mais baixa e clima solto. A casa tem sua matriz em São José do Rio Preto, onde começou. As coxinhas são mais famosas que as bandas!

Rua Eliseu Guilherme 567

Terça a sábado

Fachada do Pub Vila Dionísio. Foto: Erick Mem

SALZ

A varanda do bar é conhecida dos Ribeirão Pretanos. Dj´s descolados, sertanejo animado, gente bonita. A balada acontece sempre que as portas se abrem. Coquetelaria, chope ou cerveja long neck, acompanhados de um cardápio de seleção de petiscos e mini Burger. Pode começar a noite lá ou só dar o start.

Av Itatiaia, 1415

Terça a domingo

 Happy Hour com petiscos no Salz. Foto: Divulgação.

UNA GASTRONOMIA 

Na avenida Independência, bem no cruzamento com a avenida Itatiaia, inaugurou a poucos dias um espaço bastante dinâmico e cheio de prateleiras com muito sabor. O Una é daqueles lugares que parecem que tele transportam para uma cosmopolita capital. Carta de bebidas diversificada para todos os lados do paladar. Gosta de vinhos de todos os tipos e uvas? Tem. Cervejas nacionais e importadas? Tem. Queijos, embutidos e comidas de empório? Tem. Serviço de restaurante? Tem. Passeio com os amigos.

Av Itatiaia, 1077

Abre todos os dias

Porções de queijos, que podem ser escolhidos e pesados na hora. Cerveja Catharina Sour da Pratinha, lançamento. Foto: Fran Micheli

Sugestões da casa:

 

Comendo fora
3 restaurantes japoneses para conhecer a culinária oriental clássica e criativa

3 restaurantes japoneses para conhecer a culinária oriental clássica e criativa

Ana Morita é especialista em sakes e uma apaixonada por excelente comida oriental. Em uma série de matérias, vai indicar os melhores restaurantes japoneses em São Paulo para quem gosta de tradição e também inovações na área gastronômica.
11/08/2019
Comendo fora
Comendo em São Thomé das Letras

Comendo em São Thomé das Letras

A mítica cidadezinha mineira que respira Raul Seixas e histórias intergalácticas, também tem uma surpreendente gastronomia. Confira nossos 6 pontos preferidos!
16/01/2020
Comendo fora
Caótico e surreal: conhecemos o Richmond Night Market em Vancouver

Caótico e surreal: conhecemos o Richmond Night Market em Vancouver

Estivemos no maior mercado noturno da América do Norte e comemos tudo o que foi possível da baixa gastronomia mundial.
11/07/2018
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #3

saiba antes, saiba mais:

artigos

Camilla Cristini

Camilla Cristini

"Diz-me o que comes e te direi quem és”

Gabriel Castaldini

Gabriel Castaldini

Flor indesejada pode virar comida

Bia Amorim

Bia Amorim

O prêmio de pior cerveja

Marcia Daskal

Marcia Daskal

A dieta do bom humor

Igor Maurício Barreto

Igor Maurício Barreto

Será a iminência da era do Temakiojo?

Guto Procópio

Guto Procópio

#1 - A nova cerveja Padrão