Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Editorial »

Conheça a ex-dentista que cria bolachas artísticas incríveis

09/07/2019

por: Fran Micheli
Conheça a ex-dentista que cria bolachas artísticas incríveis
Foto: arquivo pessoal

Presentes nas festas infantis, chás de bebê e outros eventos como lembrancinhas, elementos da mesa do bolo ou enfeite para convidados, as bolachas decoradas viraram febre no Brasil. E com muita criatividade e toques de refinamento artístico, uma ex-dentista de Ribeirão Preto vem atraindo os olhares pelas suas lindas e pequenas obras de arte comestíveis.  

Andréa Ortolan começou a fazer bolachas amanteigadas decoradas em 2014 para complementar o trabalho do marido, o chef profissional Fernando Di Sério, que cozinha para eventos diversos e sob encomenda. Segundo ela, tudo começou no Natal daquele ano, quando decorou ginger breads – um biscoito americano tradicional. Venderam tudo. No ano seguinte, se especializou na área com cursos e não parou mais.

Bichinhos da florestas pintados à mão em bolachas amanteigadas | Foto: arquivo pessoal

A hoje confeiteira tem 45 anos, duas filhas, é formada em odontologia com mestrado em odontopediatria e 12 anos trabalhando como cirurgiã-dentista. Para ela, a experiência com o trabalho manual na antiga profissão ajudou muito na habilidade com a decoração de bolachas. “Mas eu também costumo dizer que ninguém precisa saber desenhar para decorar lindamente uma bolacha. Com o uso de técnicas corretas e ajuda da tecnologia, podemos fazer perfeitamente qualquer decoração”. Modesta, ela.

Além disso, Andrea também cursou Moda em São Paulo e chegou a lançar uma coleção de roupas infantis em 2010.

A base do seu trabalho são as bolachas amanteigadas decoradas com glacê real coloridos com corante alimentício em gel. A inspiração para criar os temas vem, geralmente, da conversa com o cliente ou do cerimonialista da festa que indica o caminho a ser seguido. Porém, os desenhos são todos feitos à mão livre, um por um. Atualmente, ela também é responsável pela parte de sobremesas do negócio do marido.

Bolachas em forma de letras e as LOL's, consideradas as mais trabalhosas | Fotos: arquivo pessoal

Para ela, um dos pedidos mais difíceis foram as bolachas com o tema Lol, bonequinhas que fazem sucesso entre as meninas. “As bolachas cheias de detalhes são sempre mais trabalhosas. A LOL, além de toda a decoração em glacê real, tem ainda a parte de pintura com pincel e/ou canetas, ressaltando todos os detalhes da bonequinha de verdade. Isso faz com que a decoração se torne rica e alegre”.

Segundo a “bolacheira”, como se autointitula, alguns pedidos curiosos também são atendidos, sem preconceitos. “No ano passado uma cliente pediu bolachas com as posições do Kama Sutra para presentear o marido no Dia dos Namorados. Fizeram tanto sucesso (apesar da pouca divulgação), que recebo pedidos até hoje desse mesmo tema!”. 

Tema pode ser encomendado pelo cliente | Foto: arquivo pessoal

Hoje, Andréa também ministra cursos de decoração de bolachas e diz que já formou muitos profissionais que fazem belos trabalhos. Ela divulga seus trabalhos no instagram @chefdiseriocomacucar.

Andrea e o marido Fernando di Sério. Trabalho em parceria | Foto: arquivo pessoal

Sugestões da casa:

 

Editorial
Mercado cervejeiro, na real

Mercado cervejeiro, na real

O cervejeiros caseiros ganharam um reality show, e por causa disse eu olhei o mercado e fiz uma reflexão
29/10/2017
Editorial
Comida de rua é o novo tema de série da Netflix sobre gastronomia

Comida de rua é o novo tema de série da Netflix sobre gastronomia

Dos mesmos produtores da premiada série Chef´s Table, Streed Food vai retratar em sua primeira temporada as comidas de rua da Ásia. Saiba tudo sobre a estreia.
12/04/2019
Editorial
Mulheres da gastronomia, mais de 100 nomes brasileiros de profissionais com destaque na área de Alimentos & Bebidas

Mulheres da gastronomia, mais de 100 nomes brasileiros de profissionais com destaque na área de Alimentos & Bebidas

Mais de 100 mulheres nas áreas de coquetelaria, vinho, cerveja, café, chás, fotografia, empreendedorismo, fermentação, cozinha/chef, pães, mel, TV, cachaça, orgânicos e cultivos, jornalismo e literatura.
08/06/2018
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02

saiba antes, saiba mais:

artigos

Luiz Horta

Luiz Horta

O testamento de um enochato

Bia Amorim

Bia Amorim

Quando floriu o cafezal

Bia Amorim

Bia Amorim

Diversity in the beer market

Bia Amorim

Bia Amorim

Pense por um minuto apenas. E se o mundo não tivesse IPA e Burger?