Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Editorial »

Farofa explica: por que a carne está nas alturas?

02/12/2019

por: Bia Amorim
Farofa explica: por que a carne está nas alturas?

Carnes mais caras, consciência coletiva vegana, cortes mais saborosos. Uma mistura de acontecimentos está mudando a forma de consumo da proteína animal. 

Começo o texto pensando nas piadas mais infames sobre carne, ser do contra, acabou a maminha e não a mamata. Brasileiro vira vegetariano com o preço da carne, mas não larga a comédia ruim. Eu como carne, mas venho repensando minha alimentação faz algum tempo.

Na minha linha gourmet filosófica, ainda não ia parar de comer carne, mas o preço tem nos obrigado. Tudo bem, se você como eu, também viu o documentário Dieta de Gladiadores (The Game Changers) , se convenceu que não é má ideia tornar sua dieta pensando em desempenho e saúde, financeira. O diretor Louie Psihoyos é premiado, os produtores ninguém menos que Jackie Chan, Arnold Schwarzenegger e James Cameron. É moda ou consciência coletiva?

Mas o assunto é sério e muitos brasileiros vão ter que repensar o churrasco do final de semana. Segundo a Folha de São Paulo, o churrasco virou artigo de luxo (AQUI). Os arroubas do boi estão valendo mais que os likes na galera de luva preta do Instagram. O que fazer agora com tanto Stories sobre curso de churrasco, sal no cotovelo e costela de chão?

No site do jornal gaúcho Gauchazh, a chamada é a seguinte: “para o churrasco não ficar vazio”- e dá dicas de corte e conta como o pessoal, apaixonado por churrasco, anda fazendo com essa mordida alta do preço da carne. (AQUI) A Ministra da Agricultura Tereza Cristina até disse que deve baixar o preço, mas não volta no patamar que estava. Azia.

Por que o preço da carne aumentou tanto?

A China teve um problema muito sério com seu rebanho suíno. Existe uma doença que ataca os animais e toda produção é perdida. Em 2018 já existiam notícias sobre isso (AQUI) e os avisos de alto contágio estão em alerta. Em abril deste ano, as notícias assustavam (AQUI), e foram consideradas pandemias globais. O aumento da carne em média ficou em 35%. As previsões não são boas pois a doença ainda não foi controlada e cresce pelo mundo. Desde 2013 a doença é observada e cresceu de 5 países para 31 até agora. (AQUI)

Pesquisamos em 6 açougues de diferentes localidades da cidade de Ribeirão Preto (SP), desde em bairros mais periféricos, aos açougues boutiques (onde o gado é rastreado e sabe-se nome e sobrenome do animal). E também em duas redes de supermercados que abastacem boa parte da cidade e região. Confira no gráfico abaixo o preço de alguns cortes mais pedidos:

O que se ouve dos açougueiros é que nem todos estão repassando o aumento direto. Alguns ainda seguram as pontas e outros estão esperando o estoque renovar. É momento de aproveitar? No caso, o melhor é buscar por cortes saborosos. Repensar os costumes e como realmente a criação de gado interfere em nosso planeta. Nunca é tarde para mudar velhos hábitos por novos e melhores. Quem sabe menos e melhor, no quesito sabor.

Entenda o caso e inspire-se para alternativas

Aqui alguns links interessantes para essa fase e para entender o que aconteceu com a China do dia para a noite:

SUSTENTABILIDADE

  • Você sabia que "mais de 60% da carne bovina consumida no Brasil é proveniente da maior floresta tropical do mundo. Proveniente de sua destruição."? Esse é um resumo do documentário "Pecuária e desmatamento da Amazônia: a conexão". No canal #PTDK  (AQUI)

RECEITAS 

Sugestões da casa:

 

Editorial
Cervejarias brasileiras estão entre as mais premiadas da América Latina

Cervejarias brasileiras estão entre as mais premiadas da América Latina

Ranking Latinoamericano da La Birra Magazine mostra Cervejaria Pratinha em segundo lugar, seguida de Tupiniquim, Antuérpia, Dama, Lohn, Bamberg, Unika e Kingbier.
27/09/2019
Editorial
Principais tipos de chá

Principais tipos de chá

Verde, Preto, Oolong ou Branco? Qual a diferença entre eles?
23/11/2016
Editorial
Pratinha lança site de conteúdo para impressão 3D e filamento de cerveja

Pratinha lança site de conteúdo para impressão 3D e filamento de cerveja

Cervejaria de Ribeirão Preto investe no B33R3D, um projeto sustentável e voltado para público cervejeiro geek. Além dele, o tour virtual com realidade aumentada e Beer Hack App também já estão disponíveis.
18/07/2019
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #3

saiba antes, saiba mais: