Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Entrevistas »

Gustavo Giglio, uma entrevista sobre café e Branded Coffee no Coffee Hunter

09/12/2019

por: Bia Amorim
Gustavo Giglio, uma entrevista sobre café e Branded Coffee no Coffee Hunter
Imagens: Divulgação

Café antes de tudo, depois publicitário, sócio-diretor de marketing e novos negócios do Update or Die, head/curador do UNLOCK CCXP(Comic Con Experience) e co-founder do Coffee Hunter. Mas ele também toca baixo na banda Kisser Clan.

Nessa entrevista, batemos um papo com Gustavo Giglio, não para falar de marketing ou sobre tendências, mas para saber sobre seu novo projeto, o Coffe Hunter. Ele é um dos sortudos que sabem de tudo antes mesmo de nós mortais, publica sobre novidades no Update or Die, site referência quando o assunto é inovação e criatividade. Mas como o dia começa antes do trabalho, ele toma café, que agora virou trabalho também. Queremos saber onde foi que esse repertório torrado começou.

FM: Quando surgiu a ideia do café?

GG: Sou um apaixonado por café desde sempre. Com a crescente atenção pelos lugares especializados e o surgimento de cafés especiais, tive a vontade de empreender nesse mundo. 

Depois de muita conversa, estudo, pesquisas e entender toda a cadeia produtiva, tive vontade de unir o que faço com branding com um produto em que as pessoas teriam prazer em consumir. 

O cuidado é total, da escolha do grão, produtor e fazendo até todo o desenvolvimento da marca. 



 

FM: Quem mais participa dessa empreitada?

GG:O meu sócio é o Felipe Giglio, meu irmão, que é designer e cuida de toda a parte de branding e, comigo, desenvolvimento de produtos e comunicação. 
Além, claro, da iniciativa #NoMoreBadCoffee, que nos ajudou com a escolha e desenvolvimento do perfil de torra do "Brazilian Notes", collab que estamos lançando com o baixista do Megadeth. 
David Ellefson também é um estudioso apaixonado por café e lançou o seu Ellefson Coffee Co. 

Juntos, desenvolvemos todo o projeto. 

Ellefson, Gustavo e Felipe Giglio. Foto: Divulgação.

FM: Coffee Hunter é café ou life styling?

GG:É um life style. Cada empreitada ganha um nome especial. Coffee Hunter é o profissional que busca os cafés de mais alta qualidade e de características singulares. Identificar, compreender e desenvolver potencialidades de cada lote é o que queremos e gostamos de fazer. Isso traz, em cada escolha, uma personalidade ao café e todo o projeto. Essa caça envolve pesquisa em campo e contato direto com os produtores e outros profissionais da área para compreender como o café foi plantado, colhido, processado e torrado (fatores que influenciam diretamente o resultado final da bebida na xícara).

FM: O que o Update or Die traz de aprendizado para uma plataforma como a do C.H.?

GG:A experiência com produção de conteúdo e empacotar todo a comunicação de uma forma profissional. Além de insights diários e shots de inspiração. 

Essa vivência e experiência nos fez criar o termo "Branded Coffee", que é oferecer ao mercado e às marcas a possibilidade de edições especiais customizadas. 
Além dos produtos limitados e numerados, que lançamos durante o ano, criamos perfis de torra especiais, embalagens e desenvolvemos a estratégia de lançamento e 

comunicação para o café de uma marca que converse diretamente com nossos princípios e propósitos. 

FM: Como os cafés são escolhidos? O nome da marca é um conceito de busca, como isso acontece?

GG:Mestre de torras nos ajudam a mapear os melhores lotes e regiões daquele momento exclusivo e então, definimos junto com a nossa necessidade/demanda/vontade qual será o perfil daquele lote. 
Depois, vamos para a parte de desenhar o conceito, nome, carinha da embalagem, fotos, vídeos e toda a estratégia de lançamento e vendas.

FM: O que é café na xícara para você?

GG: É um momento de respiro. 

De um pouco de paz.
De encontros e trocas. 

Significa companhia. 

E, agora, de muito trabalho duro e prazeroso materializado e cheiroso. 

Para saber mais:

No Instagram @coffeehunterbr 

https://coffeehunterbr.com/ 

Sugestões da casa:

 

Entrevistas
Dá pra emagrecer quando seu trabalho é comer e beber?

Dá pra emagrecer quando seu trabalho é comer e beber?

Conversamos com o chef e sommelier Ronaldo Rossi que, depois de uma insuficiência respiratória, decidiu cuidar da saúde e ganhou uma nova chance de continuar vivo sem deixar de trabalhar com o que ama. Até agora foram 67 quilos a menos.
21/04/2019
Entrevistas
Vila Tibério, o bairro tradiça de Ribeirão Preto que abriga uma fábrica e respira cultura cervejeira

Vila Tibério, o bairro tradiça de Ribeirão Preto que abriga uma fábrica e respira cultura cervejeira

Em nossa série de entrevistas para profissionais do mercado cervejeiro de Ribeirão Preto, conversamos com Alessandro Augusto, gerente de marketing da Cervejaria Invicta, que fica em um bairro bucólico da cidade.
26/05/2018
Entrevistas
A ideia era montar uma loja de cerveja, hoje a marca tem mais de 60 unidades pelo Brasil

A ideia era montar uma loja de cerveja, hoje a marca tem mais de 60 unidades pelo Brasil

Conversamos com Daniel Wolff, da rede de lojas Mestre-Cervejeiro.com, uma franquia que conta com mais de 60 lojas em operação espalhadas pelo Brasil.
12/02/2020
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #3

saiba antes, saiba mais: