Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Quentinhas »

Cervejaria Blondine comemora 8 anos de mercado e exportação para China e Estados Unidos

06/05/2019

por: Farofa Magazine
Cervejaria Blondine comemora 8 anos de mercado e exportação para China e Estados Unidos
Fachada da fábrica. Imagem divulgação

Sabores originais e qualidade. Essas seriam escolhas perfeitas se quiséssemos definir a Cervejaria
Blondine
em poucas palavras. Há oito anos no mercado, o prestígio da cervejaria artesanal brasileira
possibilitou à produtora de Itupeva, interior de São Paulo, tornar-se uma das maiores e mais respeitadas
empresas do seu segmento no país.


Atualmente com mais de 20 rótulos de linha, a Cervejaria Blondine iniciou, há um ano, a
exportação de seus produtos. O primeiro mercado internacional atingido pela marca foi o Estado da
Flórida, nos Estados Unidos, onde já tinha estabelecido um escritório comercial no Miami Center em
parceria com a APEX (agência do governo brasileiro de apoio às exportações). A meta é alcançar os 50%
em dois anos.


A fábrica, instalada em Itupeva, cidade localizada em um pólo turístico a cerca de uma hora de São Paulo, teve investimento total de R$ 12 milhões e parte dos recursos conta com apoio do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento). Com uma sala de brassagem de 35HL, tanques de fermentação e maturação de 25HL e 50HL e uma linha de envase e pasteurização de garrafas computadorizada, a estrutura inclui o que existe de melhor e mais moderno em se tratando de equipamentos para uma cervejaria artesanal. Hoje a produção tem capacidade de fermentação e maturação de 100 mil litros/mês, podendo ser expandida ao limite da capacidade de brassagem e envase de 300 mil litros/mês. Em novembro de 2015, a fábrica finalizou a instalação da Linha de CO2, e é uma das únicas no mercado que dispõe desta instalação.


Especialista em criações e parcerias de sucesso, a marca valoriza seus rótulos unindo-se a grandes nomes da gastronomia brasileira e acrescentando ingredientes que potencializam a qualidade e o sabor de cada produto. Em seu portfólio, por exemplo, cervejas com adição de café 100% arábica, de frutas - como amora, acerola, abacaxi e coco. Entre os clientes da Blondine figuram restaurantes reconhecidos no setor gastronômico como as casas de Jefferson e Janaina Rueda (Casa do Porco, Bar Dona Onça, HotPork), Grupo Antonietta (Jacarandá, Antonietta, Obá e Taka Daru), Rubaiyat e o renomado Maní.

IPA feita especialmente para A casa do Porco Bar, foto @lecoolbeer

Seguindo a tendência mundial de produtos mais naturais, a marca lançou também sua própria linha de refrigerantes artesanais, o Be Pop. A bebida é formulada com polpa de fruta, tem menor quantidade de sódio, menos calorias e zero conservantes químicos. São cinco opções de sabores: Guaraná, 2 Limões, Laranja, Tônica com Pepino e Pink Lemonade.

A cervejaria possui um novo escritório comercial na Vila Olímpia e outro em Miami, nos Estados Unidos, além da fábrica em Itupeva e o Centro de distribuição na Lapa. Os produtos estão à venda em mais 12 Estados Brasileiros, em mais de 600 pontos de venda.

Mídias Socias da marca: 
facebook.com/blondine.oficial
instagram.com/blondine.oficial

Sugestões da casa:

 

Quentinhas
Crepioca Marajoara é opção exclusiva do Point da Tapioca para Festival Brasil Sabor 2019

Crepioca Marajoara é opção exclusiva do Point da Tapioca para Festival Brasil Sabor 2019

Festival Brasil Sabor tem especialidade do Norte
22/05/2019
Quentinhas
As obras premiadas na categoria gastronomia no 59º Jabuti

As obras premiadas na categoria gastronomia no 59º Jabuti

Câmara Brasileira do Livro divulga vencedores do 59º Prêmio Jabuti. Três livros de gastronomia foram premiados.
31/10/2017
Quentinhas
Finalistas do Masterchef preparam jantar em Ribeirão Preto

Finalistas do Masterchef preparam jantar em Ribeirão Preto

Evento acontece no restaurante Maremonti nesta terça-feira. Ingressos já estão esgotados.
30/10/2017
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02
artigos

Bia Amorim

Bia Amorim

O choro é livre

Bia Amorim

Bia Amorim

Sommelière em sonho

Bia Amorim

Bia Amorim

Quanto custa beber uma cerveja artesanal?

Fran Micheli

Fran Micheli

10 por cento

saiba antes, saiba mais: