Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Quentinhas »

Cervejarias artesanais poderão se beneficiar com a criação de Frente Parlamentar Mista

24/05/2019

por: Farofa Magazine
Cervejarias artesanais poderão se beneficiar com a criação de Frente Parlamentar Mista
Criação da Frente Parlamentar Mista contou com a participação de integrantes da Abracerva Crédito: Divulgação

Atuar em prol do mercado cervejeiro, buscando trazer benefícios para as marcas e tributações mais justas. Estas são as principais bandeiras da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva). E uma novidade poderá contribuir para avanços no setor. Na última quarta-feira (22), a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Indústria Brasileira de Bebidas iniciou os trabalhos no Congresso Federal. A cerimônia realizada no salão nobre do local oficializou o grupo e integrantes da Abracerva representaram a entidade na solenidade. O presidente do grupo será o deputado federal Fausto Pinato (PP-SP).   

A Frente Parlamentar Mista tem entre seus objetivos atuar pela melhora do ambiente de negócio no país para micro e pequenas indústrias de refrigerantes e cervejas. O intuito é defender a igualdade tributária e de concorrência para todo o setor. Para Alberto Nascimento, diretor de relações institucionais da Abracerva, o momento é histórico. “Nossa missão é defender os interesses das cervejarias independentes de todo o Brasil e criar esse contato com o grupo que irá atuar neste sentido é essencial”, afirma.

Carlo Lapolli, presidente da Abracerva, acredita que este é um passo significativo para o segmento. “Para nós, é muito importante ter um fórum de diálogo permanente no Congresso Nacional, para que a gente consiga melhorar as condições de negócios das pequenas cervejarias. A Abracerva, calcada na sua independência, apoia a Frente Parlamentar Mista", afirma.

Entenda o porquê da criação do grupo
Os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus, realizados durante anos no país, beneficiaram com dinheiro público as gigantes multinacionais do setor de bebidas. O cenário começou a mudar em 2018, quando o então presidente Michel Temer baixou de 20% para 4% o Imposto sobre Produtos Industrializado (IPI). Isso afetou diretamente as grandes multinacionais, já que a produção nacional e o consumo foram incentivados. Agora, essas indústrias internacionais estão trabalhando para aprovar no Congresso um decreto que coloque novamente o imposto na casa dos 20% para fabricantes brasileiras - o que prejudicaria praticamente toda a cadeia e até mesmo o consumidor. 

Esse movimento foi o motivador da criação da Frente, que, além dessa questão, atuará em defesa de políticas tributárias justas para o setor e correções de distorções neste sentido que aconteceram nos últimos anos, defesa de iniciativas para promoção da geração de empregos no setor e outros segmentos.

Sugestões da casa:

 

Quentinhas
Escritor norte-americano Randy Mosher vem ao Brasil para cursos inéditos

Escritor norte-americano Randy Mosher vem ao Brasil para cursos inéditos

Randy Mosher volta ao país para um circuito de workshops e palestras sobre o universo cervejeiro. Oportunidade única de presenciar cursos do escritor desenvolvidos para o Siebel Institute.
15/04/2019
Quentinhas
Exposição “Prato de Pedreiro” mostra a fome do subúrbio no Rio de Janeiro

Exposição “Prato de Pedreiro” mostra a fome do subúrbio no Rio de Janeiro

Mulambö homenageia termo popular para mostrar a fome insaciável dos subúrbios através de materiais descartados. Exposição vai até o dia 08 de fevereiro
12/12/2019
Quentinhas
Maior festival de IPA do mundo abre inscrições para voluntários

Maior festival de IPA do mundo abre inscrições para voluntários

IPA Day Brasil 2018, que acontece em Ribeirão Preto em novembro, vai recrutar voluntários de todo o Brasil que desejam aprender mais sobre cerveja e ganhar experiência em grandes eventos.
17/09/2018
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #3

saiba antes, saiba mais: