Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Quentinhas »

Crepioca Marajoara é opção exclusiva do Point da Tapioca para Festival Brasil Sabor 2019

22/05/2019

por: Farofa Magazine
Crepioca Marajoara é opção exclusiva do Point da Tapioca para Festival Brasil Sabor 2019
Imagem: Divulgação

A iguaria é composta por mix de sabores inusitados, e harmonização com especiarias tipicamente paraense

Conhecido em Belém como o espaço gastronômico, que valoriza as diversidades da culinária paraense, visando lançar ao cardápio harmonizações ousadas em sabores, o Point da Tapioca, revela para o Festival Brasil Sabor deste ano, a Crepioca Marajoara. A iguaria acompanha creme de tucupi,feito com a raíz da mandioca brava, que é finalizado em caldo típico da culinária paraense, e acompanhado com folhas de jambu, outro ingrediente que pertence à gastronomia local.

O ponto alto do ingrediente é o Queijo do Marajó Fazenda São Victor, de Salvaterra, um dos arquipélagos da Ilha do Marajó. Patrimônio cultural, o queijo de leite búfala é um produto artesanal, apreciado devido à alta qualidade que se reflete tanto no sabor quanto nos benefícios à saúde. Deacordo o proprietário do estabelecimento, Marco Lima, a cremosidade do laticínio faz toda a diferença na harmonização com os demais ingredientes.

Consagrado em todo o país, e reconhecido como o maior festival gastronômico do planeta, e na linha de frente da organização do Brasil Sabor 2019, está a Associação de Bares e Restaurantes – AMBEV/PA. Em Belém o evento se estende até o dia 02 de junho, e tem o objetivo, promover a diversidade gastronômica brasileira, para fortalecer a tradição no país.

Com o tema desse ano é “Original do Brasil”. O festival oferece a oportunidade ao público, degustar várias inovações em sabores, especialmente criadas para a programação. Cada restaurante criou a própria receita inspirada em técnicas, temperos e ingredientes originalmente paraenses. 

14 restaurantes fazem estão credenciados ao evento em Belém. Destaques para o Point da Tapioca, Adega das Onze, Alemão Food, Aviú Restaurante, Blaus Sorvetes e Picolés, Bosque Sport Bar e Bowling, Chucaria Tucuruvi, Cia Paulista Gourmet, Famiglia Sicilia, Família Caranguejo, Saldosa Maloca, Soprano Restô, Sweet By Bebel Lima e Privilege Restô.

A opção marajoara lançada pelo Point da Tapioca apresenta total versatilidade quando o assunto é harmonização, o que se reflete em uma verdadeira explosão de sabores. Acompanhe a receita leve e saborosa, opção exclusiva para o Brasil Sabor. 

Receita - Crepioca Marajoara 

Ingredientes:

Massa 

* 2 ovos (quebrar separados) 

* 2 colheres rasas de goma fresca 

* 1 pitada de sal 

Ingredientes:

Recheio 

*100 gramas de Queijo do Marajó Fazenda São Victor

Ingredientes:

Molho 

* 80 ml de tucupi pré-cozido 

* 1 folhas de chicória 

* 1 dente de alho

* 1/2 colher de salsa picada 

* 1/2 colher de amido de milho

* 1/2 colher de açúcar

* 1/2 colher de Ajinomoto  

Modo de preparo:

Massa

Em uma tigela coloque os ovos o sal a goma e bata com um garfo até obter uma massa homogenia. Derrame de uma só vez na frigideira de teflon de 20 centímetros de diâmetro, já aquecida a 1500 por dois minutos, e vire para o outro lado por mais dois minutos. Em seguida, coloque a metade do queijo do Marajó em cima da massa, queime um pouco com o maçarico até que derreta um pouco o queijo do Marajó. Enrole e feche a crepioca, e a outra metade do queijo do Marajó, coloque por cima da crepioca e queime novamente com o maçarico. Em cima do queijo derretido coloque o molho de tucupi cremoso. Está pronta pra servir a Crepioca Marajoara!

Molho

Em uma panela coloque o tucupi para ferver com alho e a chicória. Ferva por 10 minutos em fogo médio, e após a fervura, dissolva o amido de milho com água e acrescentar no tucupi de uma só vez. Mecha até virar um creme brilhante e reserve.

Dica do chef: Derreta o queijo com um maçarico culinário.

Point da Tapioca

Endereço: Av. Alcindo cacela, 1048 – Umarizal Belém- PA

Contato: (91) 3347-4305 / 98232-3770 / 98709-3911

Facebook: @pointdatapioca

Instagram: @pointdatapiocapa

Queijaria Fazenda São Victor

Endereço: Margem direita do Rio Paracaury – Salvaterra/Marajó – PA

Contato: (91) 99166-0284

Mídias sociais: @queijodomarajofazendasaovictor

Sobre Queijaria Fazenda São Victor

Desenvolvida em 2006 por Marcus e Cecília Pinheiro, tradicionais fazendeiros e criadores de búfalos da Ilha do Marajó, conquistou certificado de qualidade artesanal do produto. Detentora do selo 013 no segmento de produto artesanal no Pará, com a produção do Queijo Marajó Tipo Creme, conquistou premiações expressivas no gênero alimentício, entre elas o primeiro lugar no XII Encontro Nacional de Criadores de Búfalos e II Marajó Búfalos, tendo o reconhecimento na maior premiação de queijos artesanais, “Medalha de Bronze”, no III Prêmio Queijo do Brasil, e “Super Ouro” no IV Prêmio Queijo Brasil, em São Paulo.

Sugestões da casa:

 

Quentinhas
Café Week promove menus por menos de 15 reais

Café Week promove menus por menos de 15 reais

Sete cafeterias da cidade participam de ação. Opções serão de R$9,90 e R$14,90 com especialidades das casas.
26/10/2018
Quentinhas
6ª edição do Mondial de la Bière Rio começa no Pier Mauá no Rio de Janeiro

6ª edição do Mondial de la Bière Rio começa no Pier Mauá no Rio de Janeiro

Começa mais um grande festival cervejeiro no Rio de Janeiro. As cervejas premiadas são divulgadas no primeiro dia do festival para que o público possa já buscar por elas nos stands das cervejarias.
06/09/2018
Quentinhas
Treze une estilos diferentes e lança Frank, uma Farmhouse NE IPA

Treze une estilos diferentes e lança Frank, uma Farmhouse NE IPA

Unindo dois estilos diferentes, a cervejaria faz referência ao Frankenstein, um dos principais personagens da literatura de terror.
08/02/2019
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02

saiba antes, saiba mais:

artigos

Bia Amorim

Bia Amorim

Toma a cerveja mais fresca

Bia Amorim

Bia Amorim

Tomando partido na cerveja

Bia Amorim

Bia Amorim

A cerveja que tinha

Luiz Horta

Luiz Horta

O testamento de um enochato