Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Quentinhas »

Empresa brasileira lança o chocolate lilás, com farinha de uva

11/06/2019

por: Farofa Magazine
Empresa brasileira lança o chocolate lilás, com farinha de uva
Barra Lilás. Cuore di Cacao. Foto: Divulgação

A chocolateria curitibana Cuore di Cacao, referência no mercado nacional de chocolates artesanais, comandada pelas irmãs Bibiana e Carolina Schneider, apresenta ao público uma novidade que se destaca tanto pela beleza, quanto pelo sabor: o chocolate naturalmente lilás. O produto vem com o slogan de ser "100% artesanal, saudável e sustentável", tem em sua composição chocolate branco e farinha de uva fermentada, dando ao doce um sabor delicado e exclusivo no segmento.

“Barrinhas contendo matchá e erva mate já fizeram parte dos lançamentos do nosso clube, mas pela primeira vez a aposta foi na utilização de farinha à base de fruta, que resultou no chocolate lilás”, conta Bibiana Schneider, sócio proprietária da Cuore di Cacao. Criada inicialmente para o Clube do Chocolate da Cuore di Cacao, os assinantes de todo o país recebem mensalmente produtos que são exclusivos.

QUAL O DIFERENCIAL?

O chocolate lilás da marca curitibana é produzido com a farinha U-Vita, criada por uma parceria entre pesquisadores da Universidade Positivo e a Vinícola Franco Italiano, da cidade de Colombo (PR). O produto é proveniente do bagaço de uvas fermentadas utilizadas na produção de vinho. “Além de saudável, rica em nutrientes e fibras solúveis e insolúveis, a U-Vita é um produto que contribui para a sustentabilidade, uma vez que é resultante do reaproveitamento total do alimento. Na Cuore, buscamos sempre aliar qualidade e consciência ecológica, apresentando soluções que tragam sabor e respeito ao meio ambiente”, explica Bibiana.

De acordo com Marcelo Apene, um dos profissionais envolvidos na produção da farinha de uva, além de saborosa, tendo várias aplicações na cozinha, ela traz vários benefícios. “Conseguimos manter de 75% a 80% de resveratrol na U-Vita, resultando em uma grande concentração de antioxidantes e fibras. E é lógico que esses benefícios são encontrados no chocolate, que ganha muito mais do que um gostinho especial”, destaca.

Com o grande sucesso do lançamento, a Cuore di Cacao já está preparando novos microlotes do chocolate lilás.

Barra Lilás na embalagem. Destaque para o "bean to bar", filosofia da nova onda do cacau no mundo. Imagem: Divulgação.

QUANTO CUSTA?

Cada barrinha (50 g) custa R$ 14 e, além da farinha de uva, leva em sua composição nibs de cacau, responsável pela crocância e suavidade no sabor do preparo.

ONDE COMPRAR?

A Cuore di Cacao conta com uma unidade própria em Curitiba, no bairro Batel (Rua Fernando Simas, 347), e tem seus produtos espalhados por diversos pontos de venda no país. Além disso, pessoas de outras partes do Brasil podem fazer encomendas por meio do site da chocolateria: www.cuoredicacao.com.br ou pelo WhatsApp (41) 98788-1633. Mais informações pelo telefone (41) 3014-4010. 

Sugestões da casa:

 

Quentinhas
Samba, futebol e cerveja, Seo Tibério bar será inaugurado na Arena Eurobike

Samba, futebol e cerveja, Seo Tibério bar será inaugurado na Arena Eurobike

Futebol bar abre as portas, em Ribeirão Preto, com muito chope artesanal premiado da Cervejaria Walfänger
31/05/2019
Quentinhas
Linha de camisetas faz homenagem a Ribeirão Preto

Linha de camisetas faz homenagem a Ribeirão Preto

Immaginare lança camisetas com nomes dos bairros e lugares tradicionais da cidade.
22/11/2018
Quentinhas
Polo Cervejeiro de Ribeirão Preto é reconhecido como APL - Arranjo Produtivo Local

Polo Cervejeiro de Ribeirão Preto é reconhecido como APL - Arranjo Produtivo Local

O reconhecimento irá fortalecer e fomentar ações relacionadas ao setor cervejeiro na cidade que é um dos Núcleos Setoriais do Programa Empreender da ACIRP
12/04/2018
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02
artigos

Bia Amorim

Bia Amorim

Meu copo sujo

Bia Amorim

Bia Amorim

Eu e a cerveja, dia dos namorados

Bia Amorim

Bia Amorim

O que E.L.A. mudou no mercado cervejeiro?

Rafael Tonon

Rafael Tonon

Como seu fígado

saiba antes, saiba mais: