Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Quentinhas »

Sebrae cria grupo para estimular setor de chás do Paraná

09/10/2019

por: Redação Farofa
Sebrae cria grupo para estimular setor de chás do Paraná
Grupo se reunirá em novembro pela primeira vez | Foto: Pexels

O Sebrae / PR criou oficialmente, um grupo de estudos para alavancar a produção de chá e ervas no estado. Com objetivo de ganhar ainda mais destaque no mercado nacional, a iniciativa já conta com a união de 239 empresas cadastradas.  

O Paraná segue como principal produtor de camomila e de erva mate do país. Segundo o IBGE, o Estado foi o responsável por 87% de toda a produção de erva mate do Brasil em 2018. Foi com a industrialização do mate que o Estado viveu seu primeiro importante ciclo econômico, ainda no século 19, quando era responsável por 85% da economia paranaense da época.

Superando as dificuldades

Apesar do bom desempenho dos produtores de chás do Estado, há ainda muitas dificuldades e oportunidades que o grupo poderá ajudar a mapear e a buscar soluções. Segundo a consultora do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, há algumas questões junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que podem ser melhoradas. A única lista de plantas autorizadas pela agência para utilização em chás é de 2005.

“A dor de todos é a mesma. Temos uma legislação restritiva e queremos trabalhar por melhorias nesse e em outros aspectos. O Sebrae faz o convite a todos os micro e pequenos produtores de ervas aromáticas, ervas medicinais e de chás e também aos envolvidos na parte técnica. Há muito potencial nesse setor”, avalia.

Além das questões legais, o grupo pretende aprofundar os estudos das propriedades das ervas e dos blends.

A farmacêutica Ana Carolina Winkler Heemann, empresária da Heide Indústria de Extratos Vegetais, observa que o ciclo de relevância do chá para a economia do Paraná está acontecendo e tem sido visível. "Com a união de agricultores, universidades e empresas, teremos mais força para conseguir regulamentar novas ervas e insumos para chás na Anvisa. Às vezes o caminho é simples mas como ninguém conhece como fazer, nada é feito. Como, por exemplo, a regulamentação do uso do coco, que já é consumido na indústria de alimentos mas não tem permissão para uso em chás”, avalia.

O grupo da cadeia produtiva de chás do Paraná deverá se reunir no dia 8 de novembro, na sede do Sebrae/PR, em Curitiba, para discutir próximos passos e ações para o desenvolvimento do setor.

Sugestões da casa:

 

Quentinhas
Cervejaria Invicta inaugura novo bar em Ribeirão Preto

Cervejaria Invicta inaugura novo bar em Ribeirão Preto

Bar fica anexo à fábrica e terá vista direta aos tanques de fermentação e barris. Inauguração acontece dia 27 de setembro.
21/09/2018
Quentinhas
Abertas as inscrições para o maior concurso de cervejas do mundo, o World Beer Cup 2020

Abertas as inscrições para o maior concurso de cervejas do mundo, o World Beer Cup 2020

O concurso que acontece a cada dois anos é o maior em número de amostras e tem jurados renomados do mundo inteiro. O evento acontece junto ao Craft Beer Conference, nos Estados Unidos, em abril de 2020.
28/10/2019
Quentinhas
Ser referência e ter foco comercial. Empresários discutem os desafios da pequena indústria

Ser referência e ter foco comercial. Empresários discutem os desafios da pequena indústria

Empresários falam sobre desafios da pequena indústria, no Seminário Negócios 4.0 na Associação Comercial de Ribeirão Preto (ACIRP)
20/08/2019
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #02

saiba antes, saiba mais:

artigos

Carlos Alberto Dória

Carlos Alberto Dória

Caipira enjoado

Fran Micheli

Fran Micheli

Visita de self-service

Gabriel Castaldini

Gabriel Castaldini

Grumixama, Gravatá, Curriola ou salada mista?

Fran Micheli

Fran Micheli

Filosofia de rodízio

Marcia Daskal

Marcia Daskal

A louça certa pode fazer você comer menos

Taís Suhre

Taís Suhre

Fermentar é um ato político