Bacardí Legacy chega à reta final com 10 seminalistas brasileiros

Bacardí Legacy chega à reta final com 10 seminalistas brasileiros

- em Eventos
59
Bacardí Foto: Pexels

Um dos maiores campeonatos de coquetelaria do mundo, o Bacardí Legacy, anunciou os 10 semifinalistas da fase nacional. A competição desafia bartenders de todo o mundo a criar um coquetel com o rum da marca. Destes, apenas 3 serão classificados na penúltima etapa que acontece dia 21/10.

O Brasil foi o segundo país com o maior número de inscrições da América Latina e entre os semifinalistas que vão disputar o título são:

– Ana Carolina Garcia do Ponto Gin (PR);

– Bruno Torres, do Riviera Bar (SP);

– Jaci Andrade, do Bubba (PR);

– José Baggio Junior do Ginger (PR);

– Leonardo Nogueira, do Nobu (SP);

– Mario Oliveira, do Nakka Jardins (SP);

– Matheus Cunha, do Tetto Rooftop Lounge (SP);

– Pedro Neto, do Franklin Bar (SC);

– Roddy Oliveira, do Balaio IMS (SP);

– Vinicius Kodama, do Ponto Gin (PR).

Especialistas em coquetelaria de prestígio nacional e internacional foram os jurados e a seleção dos semifinalistas foi feita a partir de critérios como nome do coquetel, inspiração, originalidade, apelo visual, reprodução do drinque em bares de coquetelaria e coerência com a proposta.

Próximas etapas do Bacardí Legacy

A semifinal brasileira acontece em São Paulo, no dia 21 de outubro. Dessa etapa saem os três finalistas que disputarão o troféu na final nacional e começarão a fase de campanha de seus coquetéis que dura três meses.

Cada finalista tem que realizar a “Campanha do Coquetel”, que envolve o cumprimento de sete desafios pessoais – refinamento do coquetel, criação da identidade, levar o coquetel para o mundo, abraçar uma causa, engajar a comunidade, aplicar mentorias e demonstrar os resultados numéricos do seu drink.

A grande final internacional acontece em Miami, nos Estados Unidos, durante o mês de maio de 2020, e irá reunir 40 finalistas, vencedores das etapas nacionais, para disputar o título de Vencedor Global Barcadí Legacy.

Você também pode gostar

Grand Père

Por Edgar da Silva B. Júnior   Tempo