Iniciativa mapeia bares amigáveis à comunidade LGBTQIAP+

Iniciativa mapeia bares amigáveis à comunidade LGBTQIAP+

- em Beber, Matérias
Jerome, em São Paulo | Foto: reprodução

Idealizada pela Ambev, em parceria com a start-up Nohs Somos e a consultoria Singuê, a ação Bar de Respeito traz uma plataforma exclusiva que mapeia bares seguros e amigáveis para a comunidade LGBTQIAP+.

Lançada durante a Copa do Mundo, a iniciativa atua como um mapa e está presente em oito capitais brasileiras. Os estabelecimentos que se cadastrarem na plataforma poderão receber avaliações dos frequentadores e oferecer descontos para os usuários. A expectativa é que mais de 100 mil avaliações e 50 mil bares, restaurantes e casas noturnas passem a integrar da plataforma.

Relatos via whatsapp

O Bar de Respeito disponibiliza também o “SAC de Respeito”, ferramenta que funcionará pelo WhatsApp e receberá relatos sobre qualquer ato de preconceito. O canal foi desenvolvido em parceria com a consultoria Livre de Assédio e com o escritório de advocacia Bicha da Justiça.

Quem entrar em contato receberá orientações sobre as ações que deverão ser adotadas legalmente. O atendimento ocorrerá de forma segura e com a identidade do usuário preservada.

“Nosso papel não é apenas desenvolver uma ferramenta, mas agregar dentro da cadeia de valores a temática da diversidade LGBTQIAP+. Isso é uma mudança de paradigmas”, comenta Hóttmar Loch, empreendedor social e cofundador da consultoria Singuê.

A plataforma “Bar de Respeito” pode ser acessada AQUI. O usuário pode buscar o estabelecimento de interesse e conferir nota de 1 a 5.

Além da análise, o usuário poderá utilizar a plataforma para pesquisar a rota de bares participantes do projeto. Para facilitar ainda mais o reconhecimento de um ‘Bar de Respeito’, os estabelecimentos bem avaliados receberão um selo de reconhecimento.

 

 

Você também pode gostar

21 de maio é Dia Internacional do Chá: conheça 12 curiosidades sobre a bebida 

Bebida atrai público brasileiro e pesquisas indicam tendência