Quais são os melhores restaurantes de 2022?

Quais são os melhores restaurantes de 2022?

- em Eventos, Matérias
Oteque, do chef chef Alberto Landgraf. Foto: Divulgação

Quais são os melhores restaurantes de 2022?

 

Segundo a premiação anual do World´s 50 Best Restaurants que acaba de sair, temos uma nova lista de locais com gastronomia diferenciada. Este é um guia mundial que tem como objetivo guiar as melhores experiencias gastronômicas no mundo e causa furor toda vez que divulga sua lista em um grande evento, sempre em diferentes lugares no mundo. E neste ano, com a festa acontecendo em Londres, está comemorando vinte anos. O evento conta com o patrocínio das marcas S.Pellegrino & Acqua Panna.

O mestre de cerimônia deste ano é o ator norte-americano Stanley Tucci, a festa é como um Oscar do setor de restauração. A cerimônia passou ao vivo pelo Youtube e tinha mais de seis mil pessoas assistindo ao vivo. Nas mídias sociais, a lista ia sendo publicada a cada 5 locais divulgados. Se você quiser ver como foi, clica aqui.

“The Human connection that food provide” (A conexão humana que os alimentos fornecem)  William Drew, diretor de conteúdo, disse ao abrir o evento.

O formato de escolha dos locais é diferente de outras listas e prêmios que existem no setor. Conheça um pouco mais como funciona:

 

O Sistema de votação

No total são 1080 jurados de mais de 27 regiões no mundo

  • 50% Homens/50% Mulheres
  • 100% júri são experts em gastronomia
  • 34% Chefs de cozinha
  • 33% Escritores de Gastronomia
  • 33% Viajantes Gourmands
  • Os jurados precisam ter visitado o restaurante nos últimos 18 meses (e comprovar).
  • São 10 locais indicados por cada jurado, sendo que 3 precisam ser fora do seu país.
  • E 25% são sempre de novos locais.
  • Os restaurantes não solicitam entrar na lista.

No Brasil, a responsável pela região é a Rosa Moraes.

“Como separamos o mapa”. Imagem Divulgação

 

A seguir, dois prêmios que não são para restaurantes, mas para pessoas que fazem a diferença no setor de restauração.

Prêmio: Ícone 2022

Wawira Njiru

Food for Education, Nairobi

A empreendedora social queniana usa o poder da comida para melhorar a educação. Conheça mais aqui.

 

Prêmio: Local Food Heroes

Os heróis locais da comida que criam mudanças positivas

O Prêmio Campeões da Mudança reconhece e celebra heróis desconhecidos do setor de hospitalidade que estão impulsionando ações significativas e criando projetos para um mundo melhor. Saiba mais clicando em cada nome:

Imagem: Divulgação

A lista oficial do 50 restaurantes premiados do ano de 2022:

No.1 is Geranium in Copenhagen
No.2 is Central in Lima
No.3 is Disfrutar in Barcelona
No.4 is Diverxo in Madrid
No.5 is Pujol in Mexico City

No.6 is Asador Etxebarri in Atxondo
No.7 is A Casa do Porco in São Paulo, Brasil
No.8 is Lido 84 in Gardone Riviera
No.9 is Quintonil in Mexico City
No.10 is Le Calandre in Rubano

No.11 is Maido in Lima
No.12 is Uliassi in Senigallia
No.13 is Steirereck in Vienna
No.14 is Don Julio in Buenos Aires
No.15 is Reale in Castel di Sangro

No.16 is Elkano in Getaria
No.17 is Nobelhart & Schmutzig in Berlin
No.18 is Alchemist in Copenhagen
No.19 is Piazza Duomo in Alba
No.20 is Den in Tokyo

No.21 is Mugaritz in San Sebastian
No.22 is Septime in Paris
No.23 is The Jane in Antwerp
No.24 is The Chairman in Hong Kong
No.25 is Frantzén in Stockholm

No.26 is Restaurant Tim Raue in Berlin
No.27 is Hof Van Cleve in Kruishoutem
No.28 is Le Clarence in Paris
No.29 is St. Hubertus in San Cassiano
No.30 is Florilège in Tokyo

No.31 is Arpège in Paris
No.32 is Mayta in Lima
No.33 is Atomix in New York
No.34 is Hiša Franko in Kobarid
No.35 is The Clove Club in London

No.36 is Odette in Singapore
No.37 is Fyn in Cape Town
No.38 is Jordnær in Copenhagen
No.39 is Sorn in Bangkok
No.40 is Schloss Schauenstein in Fürstenau

No.41 is La Cime in Osaka
No.42 is Quique Dacosta in Denia
No.43 is Boragó in Santiago
No.44 is Le Bernardin in New York
No.45 is Narisawa in Tokyo

No.46 is Belcanto in Lisbon
No.47 is Oteque in Rio de Janeiro, Brasil
No.48 is Leo in Bogotá
No.49 is Ikoyi in London
No.50 is SingleThread in Healdsburg

Porco, na Casa do Porco, no Centro da cidade de São Paulo (SP).  É o menu mais acessível de toda a lista dos 50s. Imagem Divulgação

 

A festa ainda tem alguns outros prêmios, especiais e que em geral tem uma marca parceira.

O prêmio de melhor confeiteiro do mundo é René Frank

(patrocinado pela Sosa)

“O nome de René Frank sempre foi sinônimo de comida espetacular. Depois de completar seu treinamento culinário, o jovem chef alemão trabalhou até se tornar chefe de confeiteiro do La Vie, antes de abrir seu próprio local de sobremesas em Berlim, chamado Coda. Servindo pratos contemporâneos inspirados em doces de todo o mundo, o Coda levou Frank ao cenário global.

Inspirando-se em suas passagens por algumas das cenas culinárias mais ricas do mundo, como Japão, França, Espanha e Suíça, Frank combina sua habilidade técnica impecável com ingredientes crus poderosos.”

 

O prêmio de Restaurante Sustentável é para o Aponiente em El Puerto de Santa María

“Situado em um moinho de maré do século 18 habitado por inúmeras espécies no sudoeste da Espanha, Aponiente é um paraíso para os amantes de frutos do mar. O chef-pescador Ángel León serve dois menus de degustação, enfatizando os produtos oceânicos mais frescos e sustentáveis, incluindo craca de ganso, caranguejo violinista e albacora, além de plâncton.”

 

O melhor restaurante da África é o Fyn na Cidade do Cabo

“Fyn – pronuncia-se ‘‘fine’ – abriu em 2018 no quinto andar de uma fábrica de seda do século XIX e sua proeminência vem crescendo gradualmente no cenário gastronômico global. Em 2022, ele entra pela primeira vez na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, ganhando o prêmio de melhor restaurante da África no processo.

O renomado chef e restaurateur sul-africano Peter Tempelhoff inaugurou o local, apoiado pela gerente geral francesa Jennifer Hugé e pela chef Ashley Moss. O cardápio é japonês em sua essência, usando peixes, aves e carnes das melhores fazendas e pescarias da Cidade do Cabo. Reserve um assento no início da noite, antes do pôr do sol. As janelas de pé-direito triplo oferecem vistas de tirar o fôlego sobre Lion’s Head e Table Mountain; melhor apreciado com um copo de algo frio e efervescente das vinhas circundantes que encapsulam o restaurante.”

 

Prêmio “Gin Mare” Arte da Hospitalidade Atomix

“Localizado no bairro NoMad de Manhattan, perto de Koreatown, o Atomix é um restaurante com menu de degustação de 14 lugares em torno de um único balcão em forma de U, administrado pelo chef Junghyun ‘JP’ Park e sua esposa Ellia.

Nascido e criado em Seul, JP treinou no Reino Unido, EUA, Austrália e Coreia do Sul em restaurantes de alto nível, incluindo The Ledbury em Londres, Cutler & Co. em Melbourne e Jungsik Dang em Seul – foi pelo chef Jungsik Yim que ele foi introduzido à Nova Cozinha Coreana. Enquanto trabalhava como chef de cozinha no Jungsik em Nova York, ele levou o restaurante a receber sua segunda estrela Michelin.”

Em 2016, JP abriu seu primeiro projeto solo, o restaurante de compartilhamento familiar Atoboy, com sua esposa, co-proprietária e gerente Ellia. Eles abriram o Atomix juntos em 2018. Com JP na cozinha e Ellia na frente da casa, a dupla oferece uma experiência culinária de destaque digna do Prêmio Gin Mare Art of Hospitality 2022!”

 

Prêmio melhor Sommelier

“Apresentado este ano em reconhecimento ao papel vital que os programas de bebidas desempenham na experiência geral do restaurante, o primeiro prêmio Beronia World’s Best Sommelier vai para Josep Roca!

Josep é uma figura lendária no mundo do vinho. Conhecido por sua profunda paixão, sua curiosidade inata e interesse pelo que há de novo, seu conhecimento incrível, o calor de sua hospitalidade e, claro, a oferta de bebidas verdadeiramente fora do mundo oferecida aos clientes em seu restaurante icônico.”

Do restaurante Best of the Best El Celler de Can Roca em Girona, parabéns novamente ao melhor sommelier do mundo Beronia, Josep Roca!”

 

Prêmio melhor restaurante da Ásia é o Den em Tóquio

“O carismático chef Zaiyu Hasegawa abriu o Den em 2007 e o restaurante tem sido um dos favoritos da Academia de votação dos 50 Melhores Restaurantes da Ásia desde que estreou no 37º lugar em 2016. Em 2022, o Den disparou para o primeiro lugar nos 50 Melhores da Ásia Lista de restaurantes e como No.20 deste ano, é nomeado o melhor restaurante da Ásia.

A visão sempre criativa de Hasegawa sobre a culinária elevada de sua terra natal é inovadora, às vezes bem-humorada e sempre satisfatória. Mas o que torna o Den tão único entre os restaurantes japoneses – e tão popular – é o quão relaxado e acolhedor ele se sente.”

 

Prêmio melhor chef do ano

“Jorge Vallejo foi eleito pelos seus pares nos 50 Melhores Restaurantes do Mundo como o vencedor deste ano do Estrella Damm Chefs’ Choice Award!

Ao comemorar o 10º aniversário de Quintonil em 2022, convidando seus amigos chefs de todo o mundo para cozinhar com ele todos os meses, Vallejo também recebe o prêmio máximo de chef – o Estrella Damm Chefs’ Choice Award. Único prêmio votado pelos chefs nos 50 melhores restaurantes do mundo em 2022, mostra a influência do cozinheiro mexicano em seus pares e a marca duradoura que ele está deixando no cenário culinário global.”

Um dos parceiros do anúncio do prêmio, é a cerveja Estrella Damm, que sempre se mostra muito próxima a gastronomia. Eu torço muito para ver a cerveja cada vez mais perto da culinária, dos restaurantes premiados, dos chefs e principalmente dos comensais.

 

Prêmio melhor restaurante da América do Norte é o Pujol, no México

“O chef Enrique Olvera fundou o Pujol em 2000 com a visão de mostrar tudo sobre a gastronomia mexicana, desde suas técnicas únicas e temperos inimitáveis até a rica história do país. Mais de vinte anos depois, ele alcançou seu sonho: o Pujol aparece consistentemente no topo do ranking dos 50 Melhores Restaurantes da América Latina e do Mundo. Jesús Durón assumiu agora as rédeas do chef de cozinha do Pujol, dando continuidade à busca por sabores memoráveis e excelência culinária.”

 

Prêmio melhor restaurante da América do Sul é o Central, no Peru

“O principal restaurante dos chefs Virgilio Martínez e Pía León, o Central, é uma ode ao Peru em todas as formas. Os pratos celebram as paisagens únicas, a história e as tradições de sua terra natal, usando uma abundância de produtos de origem local.

Enquanto o menu representa o melhor dos ecossistemas peruanos, a equipe da Central se concentra fortemente na sustentabilidade. Reciclagem, compostagem e fechamento do ciclo de resíduos de ingredientes são uma segunda natureza. Os hóspedes têm uma visão deste mundo culinário diversificado apenas caminhando até a porta da frente – levando-os através de uma horta com mais de 100 espécies de plantas.”

 

A lista não tem apenas os melhores 50, existe uma lista prévia, que vai do 51 ao 100º e que tem 4 lugares no Brasil. Esta lista foi publicada no dia 5 de julho.

World’s 50 Best Restaurants 2022 – 51-100

  1. Alcalde, Guadalajara
  2. Sud 777, Mexico City
  3. D.O.M., São Paulo
  4. Lyle’s, London
  5. Azurmendi, Larrabetzu
  6. La Colombe, Cape Town
  7. Trèsind Studio, Dubai
  8. Alléno Paris au Pavillon Ledoyen, Paris
  9. Sazenka, Tokyo
  10. Rosetta, Mexico City
  11. La Grenouillère, La Madelaine-sous-Montreuil
  12. Ernst, Berlin
  13. Chef’s Table at Brooklyn Fare, New York
  14. Fu He Hui. Shanghai
  15. Le Du, Bangkok
  16. Sühring, Bangkok
  17. Evvai, São Paulo
  18. Kjolle, Lima
  19. Cosme, New York
  20. Zén, Singapore
  21. Mingles, Seoul
  22. Atelier Crenn, San Francisco
  23. Kol, London
  24. Blue Hill at Stone Barns, Pocantico Hills
  25. Samrub Samrub Thai, Bangkok
  26. Neighborhood, Hong Kong
  27. Table by Bruno Verjus, Paris
  28. Lasai, Rio de Janeiro
  29. Estela, New York
  30. AM par Alexandre Mazzia, Marseille
  31. Brat, London
  32. Sézanne, Tokyo
  33. El Chato, Bogotá
  34. Gimlet at Cavendish House, Melbourne
  35. Raan Jay Fai, Bangkok
  36. Mikla, Istanbul
  37. Orfali Bros Bistro, Dubai
  38. Mishiguene, Buenos Aires
  39. Máximo Bistrot, Mexico City
  40. Wolfgat, Paternoster
  41. Oriole, Chicago
  42. Indian Accent, New Delhi
  43. Hertog Jan at Botanic Sanctuary, Antwerp
  44. Burnt Ends, Singapore
  45. Meta, Singapore
  46. Maní, São Paulo
  47. Benu, San Francisco
  48. Tantris, Munich
  49. Flocons de Sel, Megève
  50. Wing, Hong Kong

O jornal Estadão, em seu caderno Paladar, tem várias matérias especiais sobre o tema e você acessa aqui.

O jornal CNN também deu destaque aqui.

E no texto do escritor Danilo Nakamura, encontrei um comentário interessante:

Excelente leitura do que significam as listas “dos melhores” de qualquer coisa. Nunca é absoluto e não é a opinião pessoal de uma única pessoa. Reconhece, sim, tendências e quem está fazendo um bom trabalho, não necessariamente na ordem apresentada.” Fernanda Lazari sobre o tema, no texto do Le Figado, que escreveu sobre 2021, mas ainda serve.

E o que a revista Eater já tinha adiantado? Aqui.

Você também pode gostar

Segundo pesquisa da Abrasel faturamento de bares e restaurantes aumentou em abril

O movimento nos bares e restaurantes vem aumentando