Inteligência artificial chega ao mercado de bebidas: conheça a sommeliere digital BELA

Inteligência artificial chega ao mercado de bebidas: conheça a sommeliere digital BELA

- em Beber, Matérias
Cervejeiro olhando a cerveja com tanques de inox ao fundo. Foto: ElevateBeer via UnsplashFoto: Unsplash

O laboratório e garagem de inovação BHL (Bev Hack Lab), em parceria com a Omni Labs (grupo OmniMidia), desenvolveu a BELA (Beverages Enhanced Learning Algorithm) – uma plataforma avançada de inteligência artificial para redefinir a experiência do consumidor em cervejas, coquetéis prontos, bebidas não alcoolicas e vinhos, indo além da função de um sommelier digital.

Para o BHL, a BELA surge como uma ferramenta pioneira com o objetivo de não apenas aprimorar, mas revolucionar a experiência com bebidas, pois a plataforma movida a IA pode educar, engajar e personalizar a jornada do consumidor, propondo recomendações de harmonizações perfeitas com alimentos, guiar escolhas baseadas em calorias, ocasiões e preferências individuais.

Além da interação com o consumidor, a BELA pode ser ainda um recurso de treinamento e educação para as equipes internas e externas da companhia de bebidas, visto que a plataforma fornece uma visão abrangente e atual dos produtos e marcas internas, fornecendo informações e as ferramentas necessárias para um bom engajamento com os clientes.

Nesse quesito, o destaque está na capacidade de obter insights dos consumidores e oferecer feedbacks valiosos para os cervejeiros e a equipe de marketing da companhia de bebidas, permitindo compreender a preferência dos consumidores e antecipar as tendências de mercado, possibilitando a criação de bebidas que estejam alinhadas com as demandas atuais e futuras.

“A BELA não é apenas uma plataforma de IA, ela representa como a tecnologia pode fomentar uma experiência de bebida mais informada, personalizada e agradável”, afirma José Virgilio Braghetto Neto, head do BHL.

EXPERIÊNCIA PERSONALIZADA

Um dos diferenciais da BELA é indicar uma experiência sob medida para cada entusiasta de bebidas, desde os (as) apreciadores (as) de cerveja aos conhecedores (as) de vinho, pois ela personaliza a abordagem com base nos gostos do (a) usuário (a), indicando recomendações personalizadas e insights aprofundados sobre cerveja e vinho, proporcionando uma experiência diversificada e inclusiva para todos e todas.

A BELA é capaz também de ajudar cervejeiros caseiros com receitas únicas de cerveja. Apreciadores de bebidas não alcoólicas (NAB) e coquetéis prontos (RTD), também são contemplados na ferramenta.

Atualmente em uso interno, o BHL pretende disponibilizar a BELA para o público externo, como aplicativo em várias plataformas, até o final do primeiro trimestre de 2024 para oferecer uma experiência inovadora, suave e acessível aos consumidores de bebidas.

Sobre o BHL  – O BHL – Bev Hack Lab – é um braço do CIT – Centro de Inovação e Tecnologia da Ambev, com mindset de garagem de inovação e 100% experimental. O laboratório conta com uma equipe enxuta de cientistas e é responsável por pesquisas e desenvolvimento de produtos que andam à margem do principal mercado consumidor de bebidas, com novos olhares para o consumo através de experiências que impactam positivamente a vida dos consumidores.

Sobre a Omni Labs – A Omni Labs é uma divisão do Grupo OmniMidia, uma veterana na produção de conteúdo e tecnologia de UX e de varejo.

Você também pode gostar

A cerveja perde mais um ente querido, Vivre Pour Vivre

Quando estudamos a história da cerveja aprendemos que