Aprenda 3 conselhos básicos para iniciantes de chá

Aprenda 3 conselhos básicos para iniciantes de chá

- em Beber, Impressa
314

1 – Evite os chás de saquinho

A primeira coisa que fiz de errado foi querer tomar todos os chás de saquinho que via pela frente. Com a vida corrida ou pela facilidade de encontrar, muita gente segue o mesmo caminho. Se você é uma delas, favor voltar 14 casas na escala das bebidas milenares. A melhor maneira de preparar o seu chá é fazê-lo direto com suas ervas e folhas naturais, usando água fervente e não adoçando com açúcares. E, vai por mim, é muito mais gostoso, também.

Chás industrializados usam muito açúcar para manter o sabor aprazível, além de diversos conservantes. Chá de verdade se compra, preferencialmente, em lojas especializadas no assunto. O que nos leva ao próximo tópico.

 

2 – Procure lojas especializadas

Passada a fase de fracassos com os saquinhos industrializados, sai na busca por locais onde pudesse encontrar os melhores chás e também viver o seu ritual completo. O mais interessante é ver que muitas dessas lojas têm uma grande quantidade de jovens, integradíssimos ao ritual do chá junto homens e mulheres de todas as idades. “Eles já não consomem o que o mercado fala que tem que consumir, eles consomem o que faz bem para eles, não importa quando, nem onde. A moda é a experiência, não mais a marca, nem a exposição.” me contou o gerente da Tea Connection, em São Paulo.

Além dos chás, esses locais têm diversas degustações e cursos especializados. Se informe.

3 – Compartilhe o ritual do chá

A maior verdade sobre o chá: ele tem o poder de criar laços duradouros. Procure amigos ou parentes que tenham amor a esta bebida tão especial. Nas lojas que frequentei, notei que os próprios clientes são abertos a dar dicas sobre chás, aproveite.

Esses encontros são uma oportunidade para difundir valores como respeito, pureza, harmonia e tranquilidade. É algo que precisa ser vivenciado ao menos uma vez na vida.

Você também pode gostar

Nova Iorque: cerveja, comida, música e amor, não necessariamente nessa ordem

Eu conheci a Ju por causa da comida.