Com livro sobre mandioca, Alex Atala participa da Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Com livro sobre mandioca, Alex Atala participa da Bienal Internacional do Livro de São Paulo

- em Eventos
Alex Atala e o livro Mandioca: Manihot utilissima Pohl da editora Alaude. Foto: divulgação

A 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo recebe, no sábado (9), o chef Alex Atala para um bate-papo com o jornalista Arnaldo Lorençato, sobre a mandioca. O evento acontecerá no espaço cultural Cozinhando com Palavras, a partir das 11h00, e contará com sessão de autógrafos do livro Manihot Utilissima Pohl: Mandioca. A participação será por ordem de chegada e sujeita a lotação máxima do espaço de 65 pessoas.

O encontro é uma homenagem ao principal representante da tradição alimentar brasileira. Organizada e idealizada por Atala, a obra reúne pesquisadores, cronistas, cozinheiros, indigenistas e fotógrafos para apresentar esse universo tão rico quanto diverso. A publicação aborda aspectos culturais e se torna um registro único sobre como, de norte a sul do país, a mandioca resiste e permanece como sustento e alimento da população, ao mesmo tempo em que representa a ancestralidade do brasileiro.

O livro traça o panorama histórico do ingrediente, desde os costumes indígenas antes da chegada dos portugueses, destacando as formas de plantio, cultivo, processamento e preparo da mandioca; até a travessia dos séculos de colonização e a resistência à industrialização dos tempos recentes.

Além disso, o leitor percorre os estudos que Alex Atala e sua equipe fizeram para transformar a mandioca em iguarias exclusivas de seus cardápios, bem como confere receitas emblemáticas de alguns dos mais renomados cozinheiros do país, como Helena Rizzo, Dani Martins, Mara Salles, Claude Troisgros e Rodrigo Oliveira.

 

Serviço:

26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Local: Expo Center Norte

Bate-papo e sessão de autógrafos com Alex Atala

Data e horário: Sábado, 09/07, às 11h00

Espaço cultural: Cozinhando com palavras

A participação será por ordem de chegada e sujeita a lotação máxima do espaço de 65 pessoas.

Você também pode gostar

Livro sobre mercado cervejeiro artesanal de Santa Catarina é lançado

Com um mercado recheado de cervejarias Santa Catarina