14 ceramistas brasileiros para conhecer e dar um up no seu serviço

- em Matérias, Produzir
242

Se você andou ativo nas redes sociais nos últimos anos, deve ter percebido que muitos amigos passaram a postar mais sobre seus hobbies. E, na pandemia, apaixonados por cerâmica invadiram o Instagram mostrando que sim, esta arte milenar está despertando novas paixões. Por isso, selecionamos 14 ceramistas brasileiros que estão despontando no cenário criando peças únicas que fazem brilhar os olhos de quem ama servir bem e com estilo. 

Na lista, estão ceramistas brasileiros e brasileiras que desenvolvem um trabalho profissional e cheio de personalidade no segmento de utilitários. São pratos, travessas, copos, bules, xícaras e acessórios para café e chá que podem te ajudar a dar um passo à frente no serviço no seu restaurante ou nos jantares em casa. 

Conheça estes 14 ceramistas brasileiros que são puro talento: 

CÁSSIA E RAQUEL – ORIGEM ATELIER

Mãe e filha comandam os tornos na Origem | Foto: divulgação

As mineiras Cassia Adi e Raquel Lopes, mãe e filha, se uniram também nos negócios pelo amor à cerâmica. Desde o início da produção, em 2019, muitos projetos foram acontecendo de maneira orgânica: criaram o Origem Atelier, já estiveram presentes na Casa Cor, expuseram suas peças em uma loja no Diamond Mall, e abriram também a escola de cerâmica recentemente. 

CAROL TSAI

Cerâmica Carol Tsai | Foto: divulgação

Com seu ateliê estabelecido na Vila Prudente, em São Paulo, Carol Tsai é formada e Artes Visuais e vem desenvolvendo um trabalho sólido de pesquisa entre os ceramistas brasileiros desde a criação do seu ateliê, em 2016. Também dedicada a cursos de torno e modelagem manual, Carol enxerga na cerâmica uma ligação direta com as percepções da natureza, que inspira a criação de suas cores e texturas. 

Site

MONIKE MAR – SANTO BULE

Monike Mar, da Santo Bule | Foto: divulgação

A carioca Monike Mar é a ceramista por trás do Santo Bule, ateliê exclusivamente dedicado a bules e acessórios relacionados ao chá. Depois de trocar a carreira de jornalista pela cerâmica, foi na cidade de Cunha que decidiu ancorar para buscar inspiração. Em suas mãos, cada etapa de produção com argila local vira uma verdadeira poesia.

Site

ROBERTO SCHUMMAKER

Cerâmica Roberto Schumaker | Foto: divulgação

Roberto Schumaker é ceramista há mais de 40 aos e também se dedica a ensinar a arte de produzir os próprios esmaltes. Seu ateliê fica em Ribeirão Preto – SP, onde periodicamente expõe as obras de seus alunos. Para ele, o trabalho com argila estimula o respeito à natureza individual e chega até a ser uma atividade terapêutica. 

ANDREIA PIRES – CERÂMICA SERAFINE

Andreia Pires, da Serafine Cerâmica | Foto: divulgação

Advogada de formação, Andreia trabalhou por 15 anos em departamentos jurídicos de grandes empresas antes de iniciar o trabalho com a cerâmica. Decidiu abandonar a carreira e descobriu-se ceramista após alguns cursos e encontros. Hoje, ela ocupa uma antiga casa que era de sua família, onde instalou o ateliê e o showroom da Serafine, em 2019.

CAROL LAMAITA

Cerâmica de Carol Lamaita | Foto: divulgação

A trajetória da Carol começou há 20 anos e a paixão pela cerâmica veio depois de sua formação como artista plástica. Todas as suas peças são feitas de forma única com materiais atóxicos, com esmaltes criados no próprio ateliê. A sustentabilidade é um compromisso: todo o resíduo de barro é reutilizado e a água utilizada é decantada antes de ser lançada na rede de esgoto, para que os óxidos metálicos e minerais pesados sejam eliminados.

VOA CERÂMICA

Voa Cerâmica | Foto: divulgação

Com peças feitas somente sob encomenda, a ceramista Nathália Stella começou a trabalhar profissionalmente com cerâmica em 2019. Inicialmente, era um hobby que a permitia fazer uma reconexão consigo mesma e, o inevitável aconteceu: a cerâmica virou uma profissão. Hoje, mantém seu ateliê na cidade de Curitiba.

PROJETO SER ÂMICA

Projeto Ser Âmica atende jovens em situação de vulnerabilidade | Foto: divulgação

Criado para atender moradores em situação de vulnerabilidade do distrito de Artur Alvim, Zona Leste de São Paulo, o projeto Ser Âmica oferece aos jovens de lá uma nova chance de ressignificar suas vidas. Com oficinas profissionalizantes, os adolescentes aprendem uma nova profissão e comercializam suas peças em feiras, bazares e na internet. Coisas lindíssimas têm saído desse projeto e as encomendas podem ser feitas no próprio Instagram. Mas quem quiser, é bom ficar de olho porque tudo acaba super rápido.

Site

SOFIA OLIVEIRA – OLIVE CERÂMICA

Conjuntos para sushi da Olive Cerâmica | Fotos: divulgação

Formada em Publicidade e Propaganda, Sofia descobriu na cerâmica a lente perfeita para ver o mundo. Foi para a França e cursou ATC (Arts et Techniques Céramiques) e, em 2015, abriu seu próprio ateliê em Pinheiros, em São Paulo, onde produz e comercializa utilitários. 

Foto: conjunto para sushi, um dos sucessos da Olive

Site

EDUARDO E SOPHIA MELO – BLACK CERAMIC

Sophia, a artista mirim da Black Ceramic | Foto: Eduardo Melo

Em julho de 2021, Eduardo Melo notou o interesse da sua filha Sophia em pintar peças de argila e aproveitou que trabalhava em uma loja de ferramentas para cerâmica e apostou no talento da pequena. Surgiu a Black Ceramic, para dar asas aos dotes artísticos de Sophia e ainda levar mais possibilidades à comunidade de Diadema através da cerâmica. Hoje, Sophia é quem faz o acabamento e já dá uma personalidade marcante às suas peças. 

MAÍRA OTSUKA

Maíra Otsuka é uma artista visual formada pela Universidade Estadual de Campinas, dedicada à cerâmica e encantada pela produção do Leste Asiátivo e toda a América Indígena. Em 2020 criou seu próprio ateliê em Campinas e, desde então, produz sob encomenda e peças em microlotes. O destaque fica para suas linhas para chá no estilo chinês. 

Conjunto para chá no estilo chinês, de Maíra Otsuka | Foto: divulgação

Site

T00DLES

O artista, professor e ceramista brasileiro, Tily, é de Florianópolis e traduz seu mundo imaginário através da cerâmica. O contato com a argila começou na infância, quando morava próximo a uma barreira e voltou com tudo durante a faculdade, onde fez aulas de modelagem e escultura. Suas xícaras são emblemáticas e é impossível não reconhecer um trabalho do artista.

Canecas inconfundíveis da T00dles | Foto: divulgação

Site

Foto: xícaras com as carinhas típicas

CAROLINA PERACA

Peças de Carolina Peraca, com detalhes em couro | Foto: divulgação

A designer gaúcha Carolina Peraça abriu seu estúdio em Porto Alegre, em 2014, após viver em Londres e se formar em Ceramic Design na Central Saint Martins College of Art and Design. Seu trabalho se apoia em 3 pilares como ponto de partida: beleza, simplicidade da forma e funcionalidade. Cada peça é única nas cores, esmaltes e texturas. 

Site 

FERNANDO NUNES E HALINE MOREIRA – FELLINE CERÂMICA

Conjunto para café da Felline Cerâmica | Foto: divulgação

Peças clean, harmoniosas e em tons sóbrios resumem o estilo de trabalho deste casal de ceramistas brasileiros de Santa Catarina. Juntos há mais de 10 anos, compartilham a paixão pela cerâmica na feitura de microlotes de utilitários totalmente artesanais com técnicas tradicionais. O destaque fica para a linha especial de cerâmica para café.

Foto: Kit Café Felline Cerâmica

PATRÍCIA FREITAS

Utilitários de Patrícia Freitas | Foto: divulgação

Patrícia Freitas é designer e ceramista em Americana – SP, e se dedica a utilitários e decoração em altas temperaturas. Tudo é pensado com carinho: forma, tamanhos, cores, esmaltes. Muitas peças são feitas sob encomenda. 

AUGUSTO RIBEIRO – BREVE CERÂMICA

peças da Breve Cerâmica | Foto: divulgação

Augusto Ribeiro é carioca, designer de produto e interiores e, em 2019, criou sua própria marca de cerâmicas. Porém, o contato com a arte veio de muito antes. A família do ceramista brasileiro, por parte de mãe, é dona de uma olaria no sul do estado do Rio de Janeiro. Seu avô era um dos maiores produtores de tijolo da região e foi através de visitas ao trabalho do avô que o barro entrou em sua vida. Seus produtos trazem a mensagem da impermanência, da beleza do efêmero.

Foto: série Chanfro, de Augusto Ribeiro / Breve Cerâmica 

Você também pode gostar