De pequenos produtores a carne de laboratório: o que esperar da ANUFOOD 2022

De pequenos produtores a carne de laboratório: o que esperar da ANUFOOD 2022

- em Eventos, Inovar, Matérias
144
Pequenos negócios têm a oportunidade de mostrar suas criações e ganhar espaço no varejo | Foto: divulgação

A ANUFOOD Brazil 2022, maior feira de alimentos e bebidas da América Latina, foi aberta nesta terça-feira (12), no São Paulo Expo, com a presença de autoridades e representantes de toda a cadeia produtiva do Brasil e de 16 países. Em sua 3ª edição, a mostra reúne 300 expositores e mais de 900 marcas que trazem lançamentos e inovação dos setores do varejo, food service, hotelaria, distribuição e os demais agentes do mercado de alimentos e bebidas. O evento vai de 12 a 14 de abril.

Beni Piatetzky, diretor-geral da Koelnmesse Brasil, destaca os ótimos números do setor no país. Segundo um levantamento da Secretaria de Inteligência da Embrapa, que é uma das parceiras estratégicas do nosso evento, na última década a participação anual do Brasil no mercado mundial de alimentos evoluiu de US$20,6 bilhões para US$100 bilhões. “Quase oitocentos milhões de pessoas no mundo consomem alimentos brasileiros, e esse público deverá aumentar ainda mais nos próximos anos”.

Espaço Descobertas valoriza pequenas e médias empresas prontas para o varejo

Com a proposta de apresentar para o varejo empresas de pequeno e médio porte que estão preparadas para o mercado, mas precisam de visibilidade, o Espaço Descobertas tem atraído a atenção dos visitantes no primeiro dia da ANUFOOD Brazil – Feira Internacional para Alimentos e Bebidas, no São Paulo Expo. Esse é o propósito da Local.e, empresa que está liderando o projeto, que se tornou mais do que um impulsionador da economia local e se transformou num movimento de apoio aos empresários que buscam espaço no varejo.

“O varejo perde quando não dá a chance para as marcas locais. É nosso segundo ano na ANUFOOD Brazil e triplicamos de tamanho, expondo produtos de uma grande diversidade de categorias, como saudáveis, artesanais, bebidas alcoólicas e não-alcoólicas e muito mais”, explica Leila Okumura, responsável pelo projeto.

Entre as descobertas está a Troppo!, uma empresa familiar de Santo André (Grande SP) que fabrica geleias, compotas, molhos, chutneys e relishes com sabores inusitados como: Banana com Rum, Morango com Lavanda e Jabuticaba com Manjericão, além dos salgados de Agridoce com Alho Negro e Caviar de Mostarda.

Pequenos negócios têm a oportunidade de mostrar suas criações e ganhar espaço no varejo | Foto: divulgação

“Fabricamos produtos 100% artesanais, com insumos de produtores locais e respeitamos a sazonalidade dos alimentos. Além disso, temos baixo teor de açúcar e não usamos corantes e conservantes”, conta Lucas Pelisoli, um dos donos da marca.

Abordar as questões sociais por trás dos rótulos também é um dos objetivos do Espaço Descobertas. É o caso da Jambuzeira, que fabrica cachaça de jambu orgânica e que se preocupa com toda a cadeia de sustentabilidade que envolve o produto.

“Trabalhamos com o jambu orgânico de uma comunidade produtora perto de Belém do Pará. Reciclamos 100% da nossa embalagem, como vidro, tampas e caixas de papelão. Nossa preocupação é com toda a cadeia de produção e seus impactos ambientais”, diz Cadu Torres, fundador da Jambuzeira.

Portanto, as marcas menores já nascem com conceitos e propósitos sociais e ambientais bem definidos, que podem dar nova cara ao varejo em alguns anos.

Carne de laboratório e alimentos plant based dominam congresso da ANUFOOD

A alimentação à base de plantas tem ganhado força nos últimos anos, impulsionando a indústria nacional a criar produtos análogos com insumos vegetais para atender a essa demanda que está além de questões relacionadas à saúde, como alergias e intolerâncias alimentares.

Este foi o tema do primeiro painel no Congresso ANUFOOD Brazil, promovido pela FGV Europe e FGV Agro, que trouxe nomes de peso para falar sobre “Alimentação plant based, novas tecnologias para a produção de carnes e novas demandas do consumidor de alimentos: tendências ou modismo?”.

Carne de laboratório e alimentos plant based são tema de congresso na ANUFOOD 2022 | Foto: Beef Point

Para falar sobre o assunto, o painel recebeu, como mediador, Roberto Rodrigues, ex-ministro da agricultura, como debatedor, Marcelo Sacco, VP de Novos Negócios e Inovação da BRF, e, como palestrante, João Dornellas, presidente da ABIA (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos).

“O consumidor está sendo atendido em sua essência com esse produtos. Defendemos o equilíbrio da alimentação, seja com base no estilo de vida ou na necessidade de cada consumidor”, afirma o presidente da ABIA.

A questão da carne feita em laboratório se tornou um dos assuntos mais comentados. Isso porque o Brasil está caminhando para um processo de regulamentação da fabricação desse tipo de produto, que é feito a partir da célula tronco do animal, o que dispensa o abate.

“Este tipo de carne não é plant based. É carne mesmo, mas sem sofrimento animal. Ainda não sabemos responder qual será a atitude dos veganos, por exemplo, sobre o tema, mas queremos atender a todas as demandas. Não vilanizamos nenhum tipo de alimento. A carne continua sendo a base da alimentação mundial, mas a busca é por um processo cada vez mais sustentável”, explica Sacco, da BRF.

Serviço:

ANUFOOD Brazil

Data: Abril 12-14, 2022

Horário: 10h — 19h 

Local: São Paulo Expo

Endereço: Rodovia dos Imigrantes Km 1,5 — Vila Água Funda, São Paulo — SP.

Você também pode gostar